Rádio Galáxia de Pindjiguiti De 1995 à 2019
Tel.: (00245) 95 5530258 + 96 9199199
contacto@radiopindjiguiti.com

O Governo diz ter liquidado dos dois meses de salários em dívida com os funcionários públicos.

FM

O Governo diz ter liquidado dos dois meses de salários em dívida com os funcionários públicos.

O anuncio de pagamento dos dois meses de salários referendes aos meses de abril e maio de 2019 foi feito, nesta quarta feira( 05 de Junho) por um dos conselheiro do Primeiro Ministro, Moniro Conte, numa conferência de imprensa.
Conte explica que deste segunda feira que o governo já havia fechado com o pagamento de ordenado do mês de Abril, devendo arrancar no mesmo dia em que falava aos jornalistas o processo relativo ao mês de Maio.
O Conselheiro acrescente que para que o executivo consiga honrar com este compromisso foi preciso ,segundo ele, desenvolver um grande esforço.
Conte adiante também que os funcionários da Assembleia Nacional Popular mesmo com a sua particularidade de ser uma Instituição Autónoma com um procedimento próprio, receberam os seus salários desta vez sem grandes problemas administrativos.
Sobre os atrasos que se registam agora no pagamento de salários aos servidores, o Conselheiro esclareceu que tem a ver com o contexto da crise que o país está assim como com aumento salarial feito em Setembro do ano passado que fez com que aumentasse a massa salarial.
Relativamente às exigências das Centrais Sindicais que reclamam a fixação de salário mínimo em 100.000(Cem mil) fca, Conte indica que o valor em causa não é praticado mesmo nos países com maior peso económico no Espaço da UEMAO(União Económica e Monetário da África Ocidental) o qual o país pertence, tendo citado o caso de Costa de Marfim cujo salário mínimo e 60.000( sessenta mil ) e no Senegal o salário mais baixo e 5500( Cinquenta e cinco mil).
O Conselheiro do Chefe do Governo reconheceu entretanto a justeza de exigências dos servidores públicos, cujos ordenados para ele não reflecte o verdadeiro custos de vida no país.
Salienta-se que o atraso no pagamento de salários nos últimos dois meses fez com que havia aumentado a crise social no país.
Por:Redação
Data:06.06.2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *