Rádio Galáxia de Pindjiguiti De 1995 à 2019
Tel.: (00245) 95 5530258 + 96 9199199
contacto@radiopindjiguiti.com

Estados Unidos da América defenderam que o impasse no Parlamento não deve condicionar a nomeação do Primeiro Ministro na Guiné-Bissau.

FM

Estados Unidos da América defenderam que o impasse no Parlamento não deve condicionar a nomeação do Primeiro Ministro na Guiné-Bissau.

O posicionamento desta potência mundial foi deixado pelo seu Embaixador junto ao Estado Guineense e com a residência em Senegal, nesta terça-feira, 14 de maio, num encontro de balanço com os jornalistas.
“Para nós não deve haver uma ligação entre a conclusão da Constituição da Mesa da Assembleia Nacional Popular e a nomeação do novo primeiro Ministro e consequente formação do governo” disse o Tolinabo Muchinge.
O Diplomata Americano acrescentou de que o seu país não está interessado em tomar partido por nenhum dos lados envolvidos na luta política no país lusófono.
Muchinge lembra aos jornalistas de que, na sua última estada no país, antes das eleições legislativa, havia expressado aos partidos políticos sobre a necessidade de fizerem uma boa gestão de ambiente, político e social depois da ida às urnas, de 10 de Março de 2019,ganhes pelo Partido Africano da Independência da Guine e Cabo-Verde com 47 deputados.
O Embaixador adianta, entretanto, que a situação política piorou depois das eleições, uma vez que, para ele já passou dois meses das legislativas e o povo continua aguardar com ansiedade um decreto presidencial que nomeia do novo Primeiro Ministro e consequentemente o governo.
As observações de Tolinabo Muchinge não parou por aqui, tendo dito ainda que o mundo questiona o motivo que fez com que não seja marcada até agora a data para as eleições presidências.
Para o Diplomata Americano, a realização das eleições para além de vai ser uma conquista dos guineenses, pode, também, abrir portas para o reforço da cooperação entre a Guiné-Bissau e os seus parceiros internacionais, incluindo o próprio Estados Unidos da América.
Durante a sua visita à Bissau, o Embaixador teve encontros em separado com todos os partidos representados no parlamento e os responsáveis dos diferentes órgãos de Estado.
O Presidente da Republica diz que não pode avançar com a nomeação dum novo Primeiro-ministro sem que seja concluído o processo da eleição dos membros da Mesa do Parlamento.
O PAIGC e outros três partidos constituíram uma coligação da maioria parlamentar com 54 dos 102 deputados que compõem do parlamento.
Ass/Redacção

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *